eu sei lá o que é o pedras….estou cansada de definições e feedbacks que nem nunca mergulharam no estar. sei que agradeço a esse corpo atravessável que se faz presente…lembro-me como se o hoje fosse ontem de ter sentido que a atravessibilidadde do corpo necessita de um determinado tónus que só cada-uma-um de nós sabe qual vai sendo.

há uma qualidade de estar que se adensa sim. merda que as palavras se fazem banais, que as usamos para lá da sua possibilidade de continuarem a ser palavras-movimento. esse corpo que vai sendo corpo pororizasse, atravessável.     sem julgar.

nunca quiz estar em são paulo nessa nudez de não saber, tinha medo da crueldade das construções que vão fazendo de nós humanos mais “humanos”. mas se largar do medo aparece esse corpo poroso e imenso que não é nada mas também não reiinvidica nada.

pois é….escutar é uma acção de viagem. pois estive em são paulo sim, como estou em lisboa , no barreiro ou em qualquer outro lugar. esta temporada aprendi que o tempo se comprime no entrecorpos. que não existe essa coisa de abrir o tempo when you are having fun. um dia pode ser alegremente interminável. é o tal entrecorpos que oprime as ondulações do tempo!

chegas perto da cidade e já sentes o ressecamento do corpo. para que os lençóis deslizem é preciso não constringir o espaço entre.

não é entre o quê e o quê, é entre.

já sabes o que são ciganos? já sabes o que são outros? como vais saber sem deslizar?

não quero saber quem é esse outro já empacotado numa outrice específica.

agradeço a este tempo de demorar para nada,

também sei que palavra NADA está na moda…fica bem! mas e se fosse mesmo nada? se fosse mesmo atentar ao que não se faz forma ou símbolo? se fosse mesmo ouvir? estar disponível para escutar…

se o nada fosse mesmo a fonte amorfa que não desiste de brotar?

é patinagem mesmo! é mesmo escorregar, é mesmo não saber. acolho esta sofia que veio do mar,

não sei quem é este novo-velho ser depois da muda da aranha…depois da selvajaria do mar

sei que o exoesqueleto tombou e quem aí está me irá ensinar a aprender a viver.

sofia

Advertisements