Poderíamos perceber qual é aquele gostinho que fica na boca naqueles exatos momentos antes de a voz se tornar som? aquele exato momento antes de sair o som da voz, que já começou a ser voz antes mesmo de ser som..

A esta voz-corpo, que se tornou ondas audíveis por conta da vibração das nossas cordas vocais e que tem um timbre que é dela só, desta voz-corpo. Ela balança no ar. Ela tem forma. Ela fumaceia. Ela passeia.

E ela chega.

E quando esta voz torna-se corpo-som para pronunciar palavras sobre um Outro que não sou eu? Um outro que nasceu de uma barriga mais pontiaguda, que prefere palitar os dentes da esquerda pra direita, que não vê problemas de ficar debaixo do sol.

Estou falando daquela voz que vai se tornar som para falar de uma outra pessoa ou de umas outras pessoas, que dizem por aí que não sou eu… porque já é outro… e se é o outro não sou eu… É o que dizem.

Mas… percebamos….. essa voz que fala do Outro, ela é voz-corpo do corpo que a pronuncia.

Então o Outro, que não sou eu, ele vai ser falado por mim através da minha voz que é também corpo e é também eu-corpo.

Esse outro, do qual eu falo, ele faz parte de mim? Ou eu deixo ele passar por mim e tornar-se voz-som sem sequer um pelinho da sobrancelha elevar-se?

 

Porque, assim, se olharmos para esse complexo emaranhado de sons-corpo-eu-outro que estão o tempo todo aí no ar, a gente pode não mais distinguir quem tá falando e quem tá sendo falado pelos sons.

Vamos parar e olhar para este emaranhado. Ele é forma. Ele fumaceia!!

Mas, se estamos atentos, dedicados a escutar o que não é visivel a olho nu, atentos, podemos perceber algo aí.

… ..

Talvez possamos perceber que quando eu falo do Outro, eu falo de mim.!?!

E se eu fico atenta a isso. Posso começar a tentar inventar formas de falar do euOutro sem que a minha forma de pensar sobreponha a forma de pensar dele. Que tal experimentarmos a coexistência?

Ela assusta. Ela é grandona. Ela parece um monstrinho porque faz levantar um fio de sobrancelha rebelde.

 

clara passaro

ParisSalvadorPedregulhoLisboa

 

 

Advertisements