Ou então, carta de uma outra Milão. Estou em via Arquà, travessa de via Padova, na casa do Giovanni, que está a viajar no México e me deixou ficar no quarto dele. Milano desde aqui é outra. O centro da cidade fica a uma hora de caminho. Quando saíres de casa viras a direita e logo a esquerda, andas uns 15 minutos na via Padova – lojas chinesas, Halal Kebab Pizza, prostitutas transexuais, frutarias onde finalmente encontras abacates com um preço normal, mandioca, banana da terra e inhame, Torrefazione Padova dal 1958, homens que conversam, restaurantes latino-americanos, mulheres que empurram carrinhos de bebés, uma cadeira amarrada a uma grade como se fosse uma bicicleta, Christian bar, um cão fofo que já encontrei três vezes mas que parece sempre andar com um dono diferente, El Carajo 3, mais homens que conversam, um supermercado – até chegares em Piazzale Loreto, onde podes escolher se dar a volta pela direita, pela esquerda, ou se passar por baixo. Normalmente vou pela esquerda, mas o importante é ir apanhar Corso Buenos Aires, que tens que percorrer por inteiro – McDonald’s, Zara,  farmacia, BershkaFoot Locker, La bottega del gelato, Tezenis, Calzedonia, Teatro Elfo, outra farmacia,  Librerie Feltrinelli, Pasticceria San Gregorio, o que deve dar mais 15 ou 20 minutos de caminho, se não parares para ver as montras das lojas e se conseguires fazer slalom por entre as pessoas que entram e saem das lojas, até chegares em Porta Venezia. Já se respira o ar do centro da cidade, que de resto está poluído tanto quanto o ar da periferia, mas ninguém diria. Estás em Corso Venezia, à tua direita i Giardini Pubblici, il Planetario, il Museo Civico di Storia Naturale, via Palestro com a sua Villa Reale. Estás no Quadrilatero della moda e os prédios são lindos, neoclássicos e barrocos e até renascentista, e ao mesmo preço que pagas a renda de um quarto por um mês em via Arquá podes comprar um par de sapatos na loja de Prada ou da Vivienne Westwood.

Ps: se não te apetecer andar tanto, quando saíres de casa e fores em via Padova apanhas la cinquantasei até Piazzale Loreto,  onde tens a linha 1 da metropolitana que te leva diretamente para outro mundo.

Advertisements